segunda-feira, 18 de dezembro de 2017   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Durante apenas umas horas
 

Mostram raros manuscritos da Bíblia em Jerusalém

Eles tem entre 700 e 1.000 anos de antigüidade e foram escritos em pergaminho no Meio Oriente e Europa.
DAMASCO 26 DE OUTUBRO DE 2011

Uma mulher observa os manuscritos das Coroas de Damasco


Uns preciosos manuscritos da Biblia originários da comunidade judaica de Damasco, Síria, foram exibidos durante apenas umas horas no passado 5 de outubro na Biblioteca Nacional de Israel, em Jerusalém. Ofereceram assim uma olhada pouco comum a uma coleção que inclue livros levados clandestinamente a Israel antes de que a antiga comunidade desaparecesse no final do século XX.



A coleção consta de 11 volumes. Três deles, entre os quais estava o livro mais antigo e importante da coleção, foram tirados dos cofres da biblioteca e mostrados durante um simpósio na quarta-feira, 5 ,pela noite.



Os livros são guardados na Biblioteca Nacional de Israel. Por motivos de segurança e de conservação, a maior parte da coleção foi exposta só uma vez antes, também por só algumas horas, Faz mais de uma década.



Estes manuscritos tem entre 700 e 1.000 anos de antigüidade e foram escritos em pergamino no Meio Oriente e Europa. Eles contém uma caligrafia hebraica meticulosa e ilustrações em tinta em folha de ouro. Alguns contam com uma micrografia complicada: decorações feitas com milhares de minúsculas letras hebraicas.



COROAS DE DAMASCO

Nenhum destes livros foi escrito em Damasco, chegaram para ser guardados nas sinagogas da cidade durante séculos. São conhecidos coletivamente como as Coroas de Damasco, pois "coroa" em hebraico se usa as vezes para descrever manuscritos bíblicos veneráveis e de importância especial.



A comunidade judaica residiu na capital síria durante mais de 2.000 anos antes de que seus membros fossem expulsos em meio de uma campanha de perseguição do governo e violência por parte de turfas devido ao incremento do nacionalismo árabe e a fundação de Israel em 1948. Outra comunidade antiga no centro financeiro do país, Aleppo, correu a mesma sorte, igual que outras em todo o mundo árabe.



Alguns emigrantes judeus conseguiram escapar nos inícios da criação de Israel, com a ajuda de agentes israelitass que manejavam rutas de contrabando através do Líbano e Turquía.



A maioria do resto da comunidade partiu na década de 1990 depois de que o falecido ditador sirio, Hafez Assad, cedeu às pressões internacionais e lhes permitiu sair. Quase todos se instalaram em Israel ou Estados Unidos, porém um punhado —não mais de várias dezenas— preferiram permanecer em Damasco.
 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Mostram raros manuscritos da Bíblia em Jerusalém
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.