sexta-feira, 20 de outubro de 2017   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Em público
 

Miliciano de Daesh executa a própria mãe por apostasía

Assassina a sua mãe diante de centenass de pessoas em Raqqa (Síria), condenada pela "apostasía" de querer convencer-lhe de que desertasse.

DAMASCO 08 DE JANEIRO DE 2016 17:00 h
miliciano Daesh, Estado islámico Um miliciano de Daesh nas ruas de Raqqa / Reuters

Um miliciano do Daesh (auto-denominado Estado Islâmico, ISIS) assassinou sua própria mãe em público na cidade síria de Raqqa, bastión do grupo terrorista em Síria e capital de sua auto-proclamado califato, supostamente por tratar de convencer-lhe de abandonar a organização terrorista, segundo tem informado nesta sexta-feira o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.



A organização 'Raqqa está a ser massacrada lentamente', que denuncia a situação nesta cidade do norte de Síria controlada por Daesh, tem identificado à vítima como Leena ao Qasem, de 35 anos, e a seu filho como Ali Saqr, de 20 anos. Segundo esta organização, o motivo da execução é que a mulher teria sido acusada de "apostasía".



A mulher, da localidade de Tabaqa, trabalhava no escritório de correios próximo ao lugar da execução, e "animou a seu filho a abandonar ao Daesh e escapar juntos de Raqqa" além de dizer que a coalizão que lidera Estados Unidos "matará a todos os membros" da organização terrorista.



Seu filho decidiu denunciar a sua mãe ante os responsáveis por Daesh, que procederam a sua detenção e ordenaram a execução por parte de seu próprio filho nesta quinta-feira diante de centenas de pessoas.



Desconhece-se a razão pela que a tarefa foi encomendada a Ali conquanto poderia ser uma questão de propaganda, lealdade ou decisão própria.



Raqqa converteu-se na capital 'de facto' de Daesh depois de sua conquista em agosto de 2013 e desde então documentou-se a voracidad com a que os yihadistas implantam a sharía (lei islâmica). Depois de os atentados do 13-N em Paris, varios caças galos intensificaram os bombardeios sobre o bastión yihadista.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Miliciano de Daesh executa a própria mãe por apostasía
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.