quinta-feira, 21 de maro de 2019   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Pedem um referendo nacional
 

Meio milhão de pessoas em Paris contra os casamentos e adoção de casais gays

A marcha tem sido convocada pela plataforma laica "Manif pour tous" e nela estão incluídas pessoas homossexuais, católicos, evangélicos e muçulmanos.
PARÍS 15 DE JANEIRO DE 2013

A marcha foi convocada neste domingo em Paris pela plataforma "Manif pour tous", que desde três pontos diferentes da capital convergiu na explanada do Campo de Marte, aos pés da Torre Eiffel.



Têm sido mais de 800.000 pessoas, segundo os organizadores, e 340.000 segundo a polícia, os que se manifestaram contra o projeto de lei conhecido como “casal para todos”, uma promessa eleitoral de François Hollande que regulará os casamentos gays e, em princípio, o direito dos casais homossexuais a adotar crianças.



A “manif pour tous” (manifestação para todos) percorreu em um tom de feriado e reivindicativo as ruas da capital desde o meio dia, aglutinando a uma heterogênea mistura de cidadãos.



Este protesto segue às manifestações regionais levadas a cabo em novembro por essa mesma plataforma, contrária a que a união entre homossexuais seja chamada casal e a que se estenda às pessoas do mesmo sexo esta denominação e a adoção de menores, e que quer que o presidente francês, François Hollande, submeta o texto a referendo. Os organizadores fazem questão de que não estão contra os homossexuais, senão a favor do casal tradicional.



Se alugaram mais de 900 onibus para facilitar a chegada dos manifestantes a Paris, que tinham a consigna de desfilar sem eslôgans individuais de partidos políticos ou organizações religiosas.



UMA PLATAFORMA BEM PLURAL

Ativistas laicos têm mobilizado para esta demonstração de força social a uma heterogênea coalizão composta por famílias religiosas, conservadores políticos, muçulmanos, evangélicos e inclusive homossexuais opostos ao casal homossexual.



Segundo uma das promotoras, a co-fundadora de "Manif pour tous" e humorista Frigide Barjot, a manifestação não é homófoba senão que defende a preservação dos direitos das crianças ao garantir que de maneira legal sigam figurando como progenitores um homem e uma mulher.



"Transmitimos uma mensagem de fraternidade para todos. Para os adultos, mas sobretudo para as crianças do futuro", indicou na corrente BFM TV, na que fez questão de que esse projeto de lei não seja votado antes de que todos os franceses tenham sido informados com detalhe e possam dar sua opinião.



Usando um pseudônimo que parodia o nome de Brigitte Bardot, esta humorista e ativista próxima aos lefebvrianos, de 50 anos, se fez famosa nos últimos meses. Esta atípica líder tem conseguido converter seu exército vestido de rosa em uma cruzada plural e heterogênea que inclui inclusive a alguns coletivos gays contrários à instituição matrimonial e às adoções por parte de homossexuais.

DEPUTADOS EM CONTRA

A petição de que seja submetido a referendo lhe chegou também a Hollande em uma iniciativa assinada por 115 parlamentares do partido conservador União por um Movimento Popular (UMP), para quem um projeto "que trastoca de maneira tão profunda os princípios que fundam a sociedade não pode se fazer por lei ordinária".



MENOS APOIO POPULAR

O apoio aos casais homossexuais tem baixado 10 pontos até descer a algo menos do 55 por cento. E é ainda mais baixo a porcentagem dos franceses que são partidários de que os homossexuais tenham direito legal à adoção, já que não atingindo 50% dos cidadãos.



Debaixo desta pressão, os legisladores descartaram um plano que também permitiria às lesbianas o acesso à inseminação artificial, o que agora está limitado a casais heterossexuais com problemas de fertilidade.
 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Meio milhão de pessoas em Paris contra os casamentos e adoção de casais gays
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.