domingo, 23 de setembro de 2018   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Dados do telescópio 'Hubble'
 

Descobrem estrelas que 'engolem' planetas como a Terra

A equipe astrofísica que descobriu o “banquete cósmico” crê que algo similar podería ocorrer em nosso Sistema Solar.
MADRID 17 DE MAIO DE 2012

Os cientistas afirmam que o Universo sofre mudanças, evoluciona através do tempo. Mediante as imágens conseguidas pelo Telescópio Espacial Hubble, da NASA, uma equipe de astrofísicos da Universidade de Warwick, no Reino Unido, descobriu quatro estrelas anãs brancas, rodeadas de poeira que, segundo suas conclusões, são os restos de planetas similares à Terra que foram destruidos a milhares de milhões de anos.



Para encontrar estas quatro estrelas, a equipe examinou mais de 80 anãs brancas em um espaço de vários centos de anos luz com espectrógrafo do Hubble.



Os investigadores, dirigidos por Boris Gänsicke, do Departamento de Física, utilizaram os dados enviados pelo 'Hubble' para averiguar a composição da poeira estelar que rodeia as anãs e o que encontraram foi oxigênio, magnésio, ferro e silício, quatro elementos que compõem 93% deste planeta. Mas o mais chamativo, segundo explicam em um comunicado de sua universidade, é que se detectou uma baixa concentração de carvão, como ocorre nos planetas rochosos do Sistema Solar.



MAIS PROVAS

Não é a única prova de que estas estrelas tinham, ao menos, um exoplaneta rochoso ao seu redor. Para descobrir, também é importante analizar suas atmosferas, nas que predominam o hidrogênio e o hélio, o que provoca que qualquier elemento mais pesado seja arrastado para seu centro em uns días pela força da gravidade. Por isso, os astrônomos tem que observar a fase final da morte desses mundos, quando seu material chove para dentro da estrela rapidamente: até um quilo por segundo.



Na atmosfera da anã branca PG0843+516, uma das quatro estrelas analizadas, puderam detectar uma grande abundância de ferro, níquel e sulfureto. Os dois primeiros estão no coração de planetas como a Terra, e se sulfuram ao ser arrastados para o centro. Por isso creem que estão vendo o momento em que se 'tragou' ao exoplaneta.



AS PREVISÕES

Estas conclusões foram publicadas na revista 'Monthly Notices of the Royal Astronomical Society'. Gänsicke crê que a destruição que causou estes discos de poeira em torno às anãs brancas provavelmente será parecida ao que ocorra no futuro em nosso Sistema Solar. "Nestas estrelas a centenas de anos luz, estamos vendo a foto do futuro de nossa Terra", afirma.



Essa imagem, recorda Gänsicke, é inevitável porque as estrelas como o Sol, quando seu combustível nuclear se esgotar, se convertem em gigantes vermelhas e, quando isto suceder, dentro de uns mil milhões de anos, o Sol 'engulirá' a Mercúrio e Venus, que são os mais próximos.



"Não está claro se a Terra também será 'tragada' nesta fase, mas ainda que sobreviva, sua superficie será carbonizada. Ainda, quando o Sol se transforme em uma anã branca, perderá muita massa e os planetas serão expulsos para fora, o que pode desestabilizar suas órbitas e produzir colisões entre eles, o que pode destruir planetas inteiros, deixando pedaços como asteróides", prevê o astrofísico.
 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Descobrem estrelas que 'engolem' planetas como a Terra
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.