terça-feira, 18 de junho de 2019   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Estados Unidos
 

Um parasita devasta colméia convertendo as abelhas em zumbis

Antes de morrer, as abelhas são convertidas em zumbis e voam desorientadas até a luz.
WASHINGTON 19 DE JANEIRO DE 2012

Parece uma parte da saga de mortos viventes tão de moda em películas e séries de televisão, porém no mundo das abelhas.



Investigadores estadounidenses acabam de descobrir o motivo pela qual as abelhas abandonam suas colméias, se desorientam e morrem. Se trata do parasita de um tipo de mosca, segundo confirma um trabalho publicado na revista científica PLoS ONE.



Para os entomologistas, este parasita da mosca Apocephalus borealis poderia contribuir para explicar a causa do desaparecimento maciço das abelhas, um fenômeno conhecido como ‘desordem de colapso de colônia’, CCD por suas siglas em inglês.



Este misterioso fenômeno, observado pela primeira vez em 2006 no campus da Universidade Estatal de São Francisco, dizimou as populações de abelhas domésticas nos Estados Unidos, onde jogam um papel fundamental para preservar as colheitas que dependem de sua polinização.



Essas produções, em especial as frutas e certos vegetais, contam de vendas por 11.500 milhões de euros por ano e representam um terço da alimentação da população.



As que deixam a colméia pela noite são mais propensas a levar o parasita da mosca do que as que obtém pólem durante o dia. As análises genéticas das colméias infectadas mostraram que as abelhas e as moscas também estavam infectadas com um vírus que deforma as asas e com o fungo Nosema ceranae, de origem asiática, suscetível de causar micoses.



RISCO DE EXTENSÃO

Até agora, o parasita foi hachado unicamente em abelhas domésticas de Califórnia e Dakota do Sul, precisou John Hafernick, professor de Biologia na Universidade Estatal de São Francisco e um dos autores desta investigação, publicada recentemente.



Porém Hafernick advertiu sobre o risco de que se trate de um parasita emergente que “poderia ameaçar as colméias de todo Estados Unidos, devido ao grande número de estados que atravessam os apicultores profissionais com suas colméias em sua marcha para polinizar as colheitas”.



ZUMBIS EM BUSCA DE LUZ

A infecção de uma colméia começa quando uma mosca deposita seus ovos no abdomen de uma abelha. Uma vez invadidas pelos parasitas, as abelhas abandonam suas colméias para reunir-se próximo de fontes de luz. “Temos observado que as que estão infectadas começam a dar voltas sem nenhum sentido da orientação”, explicou Andrew Core, investigador da Universidade Estatal de São Francisco.



A maioria das abelhas morrem normalmente no lugar onde se detém “e as vezes se amontoam antes de cair -acrescentou-, mas as que estão afectadas pelo parasita da mosca Apocephalus borealis não podem manter-se sobre suas patas, que não cessan de esticar e flexionar antes de morrer, atuando como autênticos zumbis”.
 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Um parasita devasta colméia convertendo as abelhas em zumbis
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.