quinta-feira, 26 de abril de 2018   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Iraque
 

Mossul fica sem cristãos depois de ultimato do *ISIS

Os *yihadistas do Estado Islâmico têm ameaçado de morte aos cristãos que não se convertam ao islam, e confiscaram suas propriedades quando se escaparam
MOSUL 20 DE JULHO DE 2014

Os últimos cristãos de Mossul têm fugido da segunda cidade de Iraque depois do ultimato lançado pelo Estado Islâmico, que governa a cidade desde junho. Os *yihadistas têm ameaçado de morte a quem que não se converta ao islam, paguem um imposto ou escapem do enclave entregando posses e bens antes de meio dia deste sábado.



Desde junho, Iraque vive afundado na violência *sectaria e *abocado à fragmentação do país. Num relatório publicado nesta sexta-feira, a ONU denunciou que 1531 pessoas faleceram e 1763 resultaram feridas no mês passado e acusou aos militantes do Estado Islâmico e as forças de segurança iraquianas de ter cometido violações de direitos humanos.



Até agora, entre outras sanções, aos servidores públicos cristãos se lhes tinha retirado o salário e se tinha deixado de distribuir alimentos às famílias não muçulmanas. Suas casas têm sofrido, ainda, cortes de electricidade.



Numa circular distribuída pela cidade depois do rezo desta sexta-feira, a organização -que declarou no final do mês passado a *instauração do *califato e tem *diluido a fronteira entre Síria e Iraque- anunciou que permitiria até este sábado o *êxodo daqueles que *recusem abraçar o islam ou pagar a "*jiziya" (um imposto aos não muçulmanos). Vencido o prazo, "a única opção -advertiu o líder do grupo Abu *Bakr ao *Bagdadi- será a espada".



Desde então, os *auto-falantes das mesquitas e os veículos que patrulham a cidade têm difundido a ameaça.



Por isso, nas últimas horas, dezenas de famílias -os últimos representantes cristãos da cidade- têm abandonado o lugar rumo às localidades da província de *Nínive fora do controle do *IS ou à vizinha região autónoma do *Kurdistán, que tem acolhido aos centos de milhares de deslocados pelo conflito. Na *desbandada, têm padecido os postos de controle dos *yihadistas, que -segundo os depoimentos de algumas vítimas- têm confiscado bens e dinheiro a quem fugiam.



Depois de deixar suas moradias, os *insurgentes *suníes *garabatean nas fachadas "*Nasrani" -uma palavra usada para referir-se aos cristãos- e uma advertência em negro: "Propriedade do Estado Islâmico". Ademais, os novos governantes de Mossul têm comunicado aos vizinhos muçulmanos que vivem em casas arrendadas a cristãos que a partir de agora não terão que pagar o aluguer.

 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Mossul fica sem cristãos depois de ultimato do *ISIS
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.