terça-feira, 18 de junho de 2019   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Trabalhava de incógnito
 

Kenneth Bae foi condenado na Coréia do Norte por ser 'missionário'

O guia turístico estadounidense, que foi condenado a 15 anos de trabalho forçado, poderia ter trabalhado para Juventude com uma Missão (JOCUM) tentando plantar igrejas no país comunista.
ESTADOS UNIDOS 12 DE MAIO DE 2013

A “propaganda” da que Coréia do Norte acusava a Kenneth Bae para o condenar a oito anos de trabalho forçado é, provavelmente, a pregação do evangelho. Segundo informa o Wall Street Journal, o governo norte-americano tem tido confirmação de que Bae participava na obra missionária cristã, o qual está proibido pelo regime de Pyonyang.



Desde Estados Unidos pediu-se a Coréia do Norte mais informação a respeito da detenção de Kenneth Bae, cujo julgamento foi considerado como “pouco transparente” pela Casa Branca. Segundo algumas fontes próximas ao departamento de Estado - citadas por Christianity Today - Bae teria estado trabalhando em segredo para a organização Juventude com Uma Missão (JOCUM), uma organização missionária internacional que trabalha na plantação de igrejas em diversos lugares.



Segundo o Global Pós, a Bae acusa-se-lhe de “pregar na contramão do governo da Coréia do Norte em igrejas da Coréia do Sul e da América, e de criar planos de contrabando de materiais para a Coréia do Norte, e de ter ajudado ao menos 250 de seus seguidores a interferir no território comunista com o disfarce de turistas, produzindo ainda propaganda contra Coréia do Norte”.



Desde o o governo dos Estados Unidos expressaram-se em mais de uma ocasião a favor da libertação de Bae. Um surpreendente aliado poderia ser o ex jogador de basquete Dennis Rodman, que esteve na Coréia do Norte no final de abril e escreveu em um tweet que “perguntaria a 'Kim' – em referência ao líder do país - pelas razões claras da detenção de Bae”.
 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Kenneth Bae foi condenado na Coréia do Norte por ser 'missionário'
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.