sábado, 18 de novembro de 2017   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Barquisimeto, Venezuela
 

Um pastor evangélico morreu no motín da prisão venezuelana de Uribana

61 pessoas morreram no tumulto que se registrou na prisão de Uribana. Entre os 120 feridos há vários pastores evangélicos, e um deles faleceu.
CARACAS 31 DE JANEIRO DE 2013

Depois de estourar o motín na cárcere venezuelana de Uribana há 61 falecidos e uns 120 feridos, dos quais 90 foram cadastrados no que se considera um dos fatos mais sangrentos que até a data se conheça nas cárceres do país.



Os pastores evangélicos feridos realizavam labor como capelães na prisão. Um deles tem falecido. Trata-se de Segundo Camejo, segundo informa o Conselho Evangélico de Venezuela. Outro pastor,Santiago Travieso, tem colaborado no diálogo para desalojar a prisão.



O falecido Camejo atendia à população reclusa e as capelas evangélicas que se encontram dentro do recinto penitenciário. Estava dentro do recinto de Uribana no momento do incidente. Em companhia do também pastor Ramón Castillo e mais quatro irmãos, foi atender uma petição da população interna para servir de intermediários e colaborarem uma solução pacífica, negociando com as forças do Estado.



O CEV lamenta a perda de vidas humanas, e solicita diante das autoridades do país a abertura de uma investigação "imparcial e exaustiva, que estabeleça a cada uma das responsabilidades às que tivesse lugar".





VIOLÊNCIA DESATADA E ARMAS DE FOGO

Os fatos se produziram nesta passada sexta-feira na cárcere de Uribana, localizada na cidade de Barquisimeto, capital de Lara, um dos 23 estados venezuelanos que estão localizados na região central do país.



Nesse dia iniciou-se uma inspeção em procura de armas em Uribana provocando um motín de um grupo de presos armados, que "arremeteram contra os efetivos da Guarda Nacional", explicou a ministra Íris Varela. A intervenção militar com um grande número de elementos da Guarda Nacional e o Grupo de Resposta Imediata foi ordenada pelo ministério de Serviços Penitenciários.

Segundo dados oficiais a cárcere de Uribana tinha 2.500 homens e 150 mulheres presos. O Governo informou no sábado da decisão de desalojar totalmente o penal de Uribana, uma operação que finalmente ocorreu na madrugada deste domingo "tranquilamente" e sem que os réus opusessem resistência. "No penal não há ninguém", confirmou à AFP o pastor evangélico Santiago Travieso, que colaborou no processo de desalojo durante a noite dialogando com os réus.



Agora se fará "uma requisição profunda" no centro, antes de decidir para voltar a alojar presos.



VENEZUELA: CAOS CARCERÁRIO

Os cárceres venezuelanos sofrem problemas de insalubridade, superlotação e violência, e em muitos casos são controladas por bandas de reclusos fortemente armados, que constantemente geram confrontos internos. Em agosto do ano passado, ao menos 25 pessoas faleceram em um confronto entre bandas na cárcere de Yare I, próximo de Caracas. Em junho de 2011, um motín no Rodeio, também próximo da capital, deixou uns trinta mortos.



Segundo ativistas de direitos humanos, em 2011 mais de 500 reclusos perderam a vida. O governo, por sua vez, não difunde relatórios sobre a situação nas cárceres e a maioria de acontecimentos violentos não são confirmados oficialmente. Segundo cifras oficiais, há quase 50.000 reclusos em Venezuela mas a infra-estrutura carcelaria só tem capacidade para uns 14.000.
 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Um pastor evangélico morreu no motín da prisão venezuelana de Uribana
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.