segunda-feira, 18 de dezembro de 2017   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Cristãos perseguidos
 

Queimam várias casas cristãs e vejam a uma idosa em Egito

Grupos radicais muçulmanos alegaram que o filho da mulher mantinha uma relação com uma muçulmana. O Presidente egípcio tem prometido justiça para as vítimas.

El Cairo 28 DE MAIO DE 2016 17:40 h
Cristãos coptos em Minya/ Roger Anis/AP

Segundo tem informado a polícia local no sul do Cairo, sete lares cristãos coptos foram incendiados e saqueados por uma multidão de muçulmanos violentos.



Também humilharam a uma mulher cristã, a despindo depois de alegar que seu filho supostamente tinha um romance com uma mulher muçulmana.



A igreja local e os servidores públicos de segurança locais coptos ortodoxos, confirmaram que o assalto no povo de Karma, província de Minya, começou na sexta-feira passada, devido aos rumores de que o filho de 70 anos de idade da mulher assaltada, mantinha uma relação com uma mulher muçulmana .



A polícia tem detido a seis homens suspeitos de ter participado na violência e estão a procurar a  mais doze.



 



“COMPROMISSO HUMANITÁRIO E PATRIÓTICO”



O Presidente Abdel-Fattah o-Sissi tem "prometido justiça" e pedido que se castigue aos culpados, e tem dado um prazo de um mês aos militares, para restaurar a propriedade danificada durante os ataques, sem custo algum para os proprietários.



Num comunicado emitido na quinta-feira por seu escritório, o-Sissi disse que Egito aprecia o papel de "mulheres egípcias gloriosas" , e que "os direitos e a proteção de sua dignidade são um compromisso humanitário e patriótico, acima do legal e constitucional".



El Presidente Abdel-Fattah el-Sissi ha pedido que se castigue a los culpables



 



HUMILHAÇÃO PÚBLICA



Anba Makarios, o principal líder cristão de Minya, explicou num programa de entrevistas de uma cadeia de televisão, que a mulher foi sacada de sua casa pela multidão que a golpeava além de insultar, antes de que a despojassem de sua roupa e a obrigassem a caminhar pelas ruas enquanto cantavam Allah Akbar, ou "Deus é grande".



"Ninguém fez nada e a polícia não tomou medidas preventivas ou de segurança em previsão dos ataques", comentou Makarios em outra entrevista na televisão a noite da quarta-feira.



A mulher informou do incidente à polícia cinco dias mais tarde, disse Makarios, remarcando o difícil que tinha sido para a vítima "engolir seu orgulho” e ir à polícia.



“HÁ QUE EXPLUSAR Aos INFIÉIS”



Attiyah Ayad, um agricultor de 58 anos de idade de um povo próximo, que foi testemunha do ataque, descreveu como a multidão coreaba "há que expulsar aos infiéis", depois de ter saqueado e queimado os lares cristãos, um dos quais pertenciam a seus parentes. Assegurou que estavam armados com armas de fogo, facas e paus.



"Esvaziaram a cada um de seus cargadores, disparando ao ar para nos aterrorizar", disse Ayad, que sofreu uma lesão na cabeça depois de ser golpeado com a culata de um rifle e seu filho Ayad, de 30 anos, sofreu uma ferida de faca profundamente em seu ombro esquerdo.



Os cristãos não podem se casar com mulheres muçulmanas em Egito a não ser que se convertam ao Islã em primeiro lugar, mas os homens muçulmanos podem se casar com mulheres cristãs.



Os cristãos, que representam ao redor do 10 por cento da população a mais de 90 milhões de habitantes de Egito, sempre se queixaram da discriminação na nação de maioria muçulmana.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Queimam várias casas cristãs e vejam a uma idosa em Egito
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.