segunda-feira, 26 de junho de 2017   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



India
 

Extremistas indianos torturam cristãos e queimam suas casas

Ao não negar a Jesus e “não querer a seus deuses” golpeiam quatro famílias, queimam suas casas, e lhes expulsam. Uma mulher foi torturada com queimaduras na língua e outras partes do corpo.

FONTES Morning Star News NOVA DELHI 25 DE MAIO DE 2016 18:00 h
índia, cristãos perseguidos Famílias expulsas do povo de Katholi (Chhattisgarh, Índia) / News Star Morning

Após decidir no povo de Katholi que seus deuses estavam irritados contra eles porque seus vizinhos se tinham convertido em cristãos, aldeanos hindús do estado de Chhattisgarh golpearam com crueldade a 28 cristãos, expulsaram-nos de suas casas e queimaram-nas.



Os cristãos tinham fugido de seu povo o passado 25 de abril, quando os indianos radicais queimaram parcialmente suas casas.Naquele momento a polícia registrou uma denúncia contra os assaltantes e os indianos prometeram não voltar a lhes atacar. Por isso, o 3 de maio as famílias cristãs voltaram à cidade para ser golpeadas e expulsadas de novo.



Antes de atacar-lhes os assaltantes decidiram que todos os cristãos da zona devem "se reconverter" ao hinduismo já que seus deuses estavam irritados contra eles pelos aldeanos que põem sua fé em Cristo.



"Durante muito tempo, os aldeanos indianos tinham manifestado seu ódio contra os cristãos e finalmente convocaram-nos numa reunião pública, instando-lhes a renunciar a Cristo, e ao negar-se golpearam-nos selvagemente e queimaram suas casas," explica o pastor Capaz Varghese.



"Os extremistas indianos começaram a golpear aos cristãos quando se negaram a renunciar a Jesus, e depois queimaram suas casas e ameaçaram com os matar" disse a fonte.



As quatro famílias cristãs fugiram do povo. Seis de seus membros sofreram lesões importantes. Os feridos cristãos receberam tratamento médico num centro da saúde em Bhanupratappur, refugiaram-se a nas casas dos cristãos em Kaviti 40 quilómetros de Katholi.Luego.



 



SEGUNDA AGRESSÃO EM KATHOLI



Ao dia seguinte, os cristãos apresentaram uma denúncia policial e regressaram a seu povo. À medida que os cristãos chegavam, alguns começaram a lhes insultar, e mais tarde os extremistas se congregaron rodeando suas casas, os arrastaram afora, os golpearam de novo e lhes diziam que retirassem a denúncia contra eles.



Os 28 cristãos, entre eles oito meninos, fugiram de novo a Bhanupratappur à meia-noite. Com a ajuda dos líderes cristãos da zona, “a polícia chegou a um compromisso entre as duas partes, no que os extremistas indianos lembraram que não repetiriam seus ataques contra os cristãos, e no que os cristãos também lembraram voltar a seu povo," disse o pastor Varghese.



QUEIMAM-LHE A LÍNGUA POR SER CRISTÃ



Do mesmo modo, a 82 quilómetros de Kanker em Sukma, Distrito de Dantewada, extremistas indianos em 20 de abril detiveram a dois cristãos (uma mulher de 55 anos e seu filho) que se dirigiam a um mercado e pela força lhes "purificaram" com rituais indianos, disse o advogado Sonsingh Jhali, coordenador da Aliança de Defesa da Liberdade em Índia. Mais tarde queimaram à mulher com moedas quentes em várias partes de seu corpo.



Encabeçados pelo chefe comunal, Praveshi Nath, uns 35 aldeanos detiveram-nos e acusaram-nos de profanar seus deuses, gritando que qualquer que cria em Jesus Cristo não pode ficar no povo.



Como não negavam a Cristo os extremistas aqueceram cinco moedas e "as puseram nas costas, pernas, mãos e língua da mulher" disse Jhali. "O assédio continuou por duas horas." Então, alguns cristãos chegaram ao lugar, resgataram aos dois cristãos e levaram à mulher ao hospital.



Têm apresentado uma denúncia contra cinco dos atacantes que pôde identificar.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Extremistas indianos torturam cristãos e queimam suas casas
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.