terça-feira, 18 de junho de 2019   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Plataforma de Paz
 

Prêmio a pacificadores religiosos em Rep. Centro-africana

A ONU destaca ao pastor evangélico Nicolas Guérékoyaméné-Gbangou, junto a líderes das comunidades muçulmana e católica, por seu labor de conciliação.

GENEBRA 24 DE AGOSTO DE 2015 12:42 h
Nicolas Guerekoyame-Bangou O pastor Nicolas Guerekoyame-Bangou, presidente da Aliança Evangélica da República Centro-africana é um dos impulsores da Plataforma de Paz Inter-confessional, na entrega do prêmio em Genebra. / WEA

Três líderes religiosos receberam este 19 de agosto o Prêmio das Nações Unidas Sergio Vieira de Mello, em reconhecimento pelos esforços realizados desde a Plataforma de Paz Interconfessional na República Centro-africana.



As Nações Unidas concedeu o galardão destacando o labor do grupo num país em plena guerra interna na que as religiões têm sido fator divisivo.



A entrega de prêmios teve lugar o 19 de agosto no Palácio das Nações, em Genebra. Leva o nome de Sergio Vieira de Mello, cuja Fundação atribui a cada dois anos um prêmio a um indivíduo, um grupo ou uma organização que se tenha esforçado em alguma iniciativa para conciliar pessoas e partes em conflito.



Sergio Vieira de Mello, representante do Secretário Geral da ONU, foi assassinado num atentado em Bagdá o 19 de agosto de 2003.



A Plataforma Inter-religiosa promove o diálogo como medida de prevenção contra a violência religiosa e como um meio para procurar a paz na República Centro-africana.



Esta se fundou em 2013 com os representantes das três religiões mais importantes do país. O arcebispo católico de Bangui, Mons. Dieudonné Nzapalainga, o Presidente do Conselho Islâmico de Rep. Centro-africana, o Imam Oumar Kobine Layama e pelo presidente da Aliança Evangélica, o Pastor Nicolas Guérékoyaméné-Gbangou.



 



UM PAÍS EM GUERRA



No meio da guerra, os três líderes religiosos lembraram atuar conjuntamente para fazer frente à crescente instabilidade na República Centro-africana. Desde então continuam persuadindo aos muçulmanos, católicos e protestantes para evitar novos atos de violência e vingança entre suas comunidades religiosas.



Os três líderes viajam muito por todo o país, visitando cidades e povos e falando com as comunidades a respeito da paz, o respeito mútuo, a tolerância e a confiança. Ademais, sua ação tem impulsionado a decisão unânime do Conselho de Segurança de estabelecer uma força de manutenção da paz das Nações Unidas na República Centro-africana (MINUSCA).



Devastada pela violência, a República Centro-africana, um país no coração de África, tem experimentado a pior crise de sua história. A manipulação da religião com fins políticos no país tem causado a morte de centos de milhares de pessoas e a migração forçada de muitos mais.



Católicos, muçulmanos e protestantes têm estado trabalhando juntos sem descanso para restaurar o tecido social de seu país ao abordar as causas fundamentais da desconfiança nas aldeias mais remotas.



 



UM MODELO “NECESSÁRIO” E A IMITAR



“A Plataforma de Paz Inter-confessional mostra o que se precisa durante uma crise para que um país supere as brechas sociais, culturais e religiosas”, disse Laurent Vieira de Mello, presidente da Fundação Sergio Vieira de Mello.





“A Plataforma de Paz Inter-confessional serve como um modelo muito necessário em outros países em conflito e demonstra que a prevenção e o diálogo são a chave para a solução das crises de refugiados e deslocados”.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Prêmio a pacificadores religiosos em Rep. Centro-africana
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.