quarta-feira, 17 de janeiro de 2018   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Siria
 

Fogem os cristãos de Aleppo ante o avanço do Daesh

Depois de cair Palmira em mãos do ISIS, a 200 quilômetros da cidade síria, os poucos cristãos que ficam na cidade se propõem abandonar seu lar para salvar a vida.

FONTES Christian Today Espanha 26 DE MAIO DE 2015 11:48 h
aleppo siria isis daesh Aleppo é uma cidade em guerra desde faz três ânos. / Syrian revolution

O ruído de explosões e disparos é habitual nos últimos três anos em Aleppo, uma das cidades que se disputam os rebeldes sírios e o exército da o Asad, que nos últimos dias começa a ser ameaçada pelo avanço do Daesh, o auto-denominado Estado Islâmico.



Depois de cair a histórica cidade de Palmira, Aleppo poderia ser um próximo objetivo para os yihadistas. É por isso que muitos cristãos fogem da cidade para zonas costeras, algo mais seguras.



O bispo católico de Aleppo, Antoine Audo, tem advertido que os cristãos da cidade estavam a sofrer, mas apesar disso tentavam manter ainda as igrejas, escolas e universidades abertas. “Ainda que vivemos num desastre diário, achamos que é importante o estudo para o futuro... se é que o há nesta cidade”, dizia faz uns dias em declarações à Agência Fides.



“As pessoas têm medo como nunca antes nos últimos anos”, afirmou por sua vez a religiosa católica Annie Demerjian em declarações à organização Ajuda à Igreja Perseguida. “A gente tem medo de fortes confrontos” e “milhares de pessoas já abandonaram a cidade, tanto cristãos como muçulmanos. Estamos a preparar-nos pára o pior”.



Neste domingo, uma explosão em decorrência de uma primeira comunhão que se celebrava numa igreja católica no bairro cristão semeou o pânico entre os assistentes. Ainda que não teve vítimas mortais, o ataque mostra que a situação tem piorado.



 



TRÊS ANOS DE CONFLITO



Aleppo é uma zona em disputa entre as forças do regime sírio e a oposição rebelde, e há uma participação a cada vez maior das forças yihadistas, incluindo combatentes de ISIS. O bairro cristão foi bombardeado durante o fim de semana de Pascua, com um saldo de 15 mortos e numerosos feridos.



A irmã Demerjian explicou que “os cristãos estão a tomar com eles todo o que podem levar e procuram refúgio na costa ou no ‘Vale dos cristãos’. Não sei quantos se foram mas são vários milhares. As zonas cristãs parecem vazias”.



“Os cristãos de Alepo estão ainda em estado de choque, os ataques de Pascoa foram muito duros. As pessoas assustam-se com a cada ruído forte. Muitas pessoas, uma vez mais encontram-se vivendo entre ruínas. Uma mulher encontrou a seus filhos imóveis entre os escombros mas, felizmente, tinham sobrevivido. Outros perderam a vida nos ataques. No domingo de Pascua enterramos muitos de nossos irmãos e irmãs. Fomos de um funeral a outro. Era tão triste”, expressou.



“Podem imaginar o sofrimento destas famílias? Os que têm sobrevivido estão profundamente feridos por dentro, no profundo de sua alma. Mas temos crescido acostumados às bombas e à morte. A gente segue em marcha, com a ajuda de Deus”, acrescentou a religiosa.



CRÍMES DE GUERRA



A organização de defesa dos direitos humanos Anistia Internacional denunciou num recente relatório que em Aleppo se estavam a cometer crimes contra a humanidade, por parte do exército sírio leal à o Asad.



Segundo AI, praticaram-se “atrocidades” com bombardeios em bairros de civis. “Estes ataques contínuos em áreas residenciais – disse Philip Luther, diretor de AI em Oriente Médio – são crimes de guerra. O governo sírio parece ter adoptado uma política cruel de castigo colectivo contra a população civil de Aleppo”, denunciou.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Fogem os cristãos de Aleppo ante o avanço do Daesh
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.