sexta-feira, 19 de abril de 2019   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



Em Garissa
 

150 mortos por ataque yihadista em universidade de Kenia

A maioria cristãos. É o pior atentado no país africano desde o do atentado contra a Embaixada de EEUU em Nairobi.

FONTES Reuters NAIROBI 02 DE ABRIL DE 2015 22:00 h
Kenia, Garissa Forças de Segurança na cidade de Garissa / Reuters

Ao menos 147 pessoas, a maioria estudantes, morreram nesta quinta-feira no ataque islamista do comando Ao Shabab na Universidade de Garissa, no este de Kenia, segundo um novo balanço do Centro de Gestão de Desastres Nacional (NDOC).



A operação levada a cabo pelas forças de segurança kenianas para recuperar o controle da Universidade, "está terminada (e) os quatro terroristas morreram", disse o NDOC, quase 16 horas após o começo do ataque neste povo situado a 150 km da fronteira com Somalia.



Um balanço oficial anterior dava ao redor de 70 mortes. Há mais de 500 estudantes resgatados do campus.



Trata-se do pior atentado em solo keniano desde o atentado contra a Embaixada de Estados Unidos em Nairobi, onde pereceram 213 pessoas.



Um porta-voz da o Shabab tem reivindicado o atentado e disse: "Temos matado a muita gente, há muitos cristãos mortos, os kenianos ficarão espantados quando venham dentro"



A seita islamista Ao Shabaab, vinculada à o Qaeda, atua principalmente em Somalia mas também realiza ataques trans-fronteiriços, tem reivindicado a autoria do assalto à Universidade de Garissa.



A Universidade de Garissa conta com uns 900 estudantes, em sua maioria procedentes de outras partes de Kenia.



 



O ATAQUE



Ao redor das 5.30 (hora local) vários homens armados têm entrado na Universidade de Garissa fazendo-se passar por fiéis que iam rezar à mesquita que se encontra no campus. Uma vez dentro, têm detonado uma bomba para desatar o caos e "têm aberto fogo de forma indiscriminada", tem dito o inspector de Polícia Joseph Boinnet.



Os quatro asaltantes espalharam-se por todo o campus e têm atacado quatro residências de estudantes, ainda que finalmente se concentraram numa delas.



 



AO SHABAAB



Vinculado à o Qaeda, Ao Shabaab, tem prometido castigar a Kenia pelo  envio de tropas a Somalia junto às forças de paz da União Africana para lutar contra o grupo.



A Embaixada estado-unidense tinha advertido do risco iminente de que se produzisse um ataque da o Shabaab em Kenia em resposta à morte de Adan Garaar, um dos principais líderes da seita islamista somalí.



Ao Shabaab já assaltou em 21 de setembro de 2013 o shopping Westgate de Nairobi, que se saldou com 72 mortos e uns 200 feridos.Então também libertou aos reféns muçulmanos e reteve aos cristãos até o fim da tomada.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - 150 mortos por ataque yihadista em universidade de Kenia
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.