quarta-feira, 19 de dezembro de 2018   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 
Flecha
 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



México
4
 

Milhares de evangélicos exigem em Chiapas o fim da perseguição

Dezenas de famílias têm sido expulsas de seus lares por causa de sua fé evangélica. Pedem-se soluções ao governo estatal.

FONTES Proceso.mx México 26 DE NOVEMBRO DE 2014 17:56 h
Os evangélicos querem que se garanta sua segurança e poder voltar a seus lares. / Voz dos Mártires

Uns três mil evangélicos marcharam por ruas de Tuxtla Gutiérrez, cidade do estado de Chiapas, pedindo a intervenção do governo de Manuel Velasco Coello no conflito social que se vive em Chiapas por causa da intolerância religiosa.



Os manifestantes actuavam de forma solidária com cinquenta famílias que desde faz 25 dias vivem em frente ao Palácio do Governo, de forma pacífica, esperando que se de uma solução a seu problema.



Depois da marcha, advertiram que se não se atende o tema dos deslocados, nesta mesma semana iniciarão uma greve de fome.



 



PEDEM INTERVENÇÃO DO GOVERNO ESTATAL



O representante da Confraternidad de Pastores de Chiapas, José Luis Ovando Núñez, mostrou que após vários anos de sofrer a expulsão de suas comunidades, o povo evangélico decidiu sair às ruas para exigir ao governo estatal que promova o diálogo e o rápido retorno.



“Saímos às ruas todos para dizer (a essas famílias) que não estão sozinhos, que somos uma só família e que os vamos apoiar em sua reclamação ante o governo”.



Ovando Núñez indicou que em Chiapas se tem uma contagem a mais de 1.400 pessoas de 86 famílias, as quais têm saído de suas comunidades de maneira forçada, principalmente dos Altos e a região Fronteiriça.



 



CATÓLICOS TRADICIONALISTAS POR TRÁS DAS EXPULSIONES



Expôs que a cada dia viola-se no estado o direito de professar a fé religiosa com liberdade, como a Carta Magna no México protege-o, sem que as autoridades intervenham para colocar fim a essa intolerância.



E assegurou que os católicos tradicionalistas são os principais expulsores dos evangélicos nas Margaritas, Huixtán, Chiapa de Corzo, Comitán, Venustiano Carranza, entre outros municípios.



Ainda deram a conhecer que em diversas ocasiões dialogaram com o governo estatal, mas não se resolveu de fundo a conflictividad pela intolerância religiosa que se vive en Chiapas.



Destacaram que desde faz 25 dias ao redor de 50 famílias ocupam o lado de fora do palácio de Governo de forma pacífica, mas até agora suas demandas não têm sido escutadas.



Alertaram, assim mesmo, que as condições políticas e sociais estão dadas para que se desate outra agressão como a ocorrida em Acteal em dezembro de 1997.



Finamente, advertiram que se o governo não intervém ver-se-ão na necessidade de empreender uma greve de fome para serem escutados.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - Milhares de evangélicos exigem em Chiapas o fim da perseguição
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.