terça-feira, 17 de julho de 2018   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 

 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



 

O embrião ‘também’ é meu próximo

Mas ele, querendo se justificar a si mesmo, disse a Jesus: E quem é meu próximo?

12 DE ABRIL DE 2015 19:00 h
mão, ajuda

A grande questão, nunca debatida, é que estamos a falar do “direito a decidir” da mulher sobre interromper sua gravidez ou abortar, mas também do direito do embrião a existir.



Sem dúvida se aceitamos esta colisão de direitos, o debate teria outra perspectiva. Não se trata de negar à mulher os seus direitos, senão em não lhe tirar ao ser humano presente ao embrião os que lhe correspondem.



Com frequência se frivoliza sobre este facto, e ouvem-se piadas, e trato depreciativo na forma de falar para quem não pode se defender, mas do que ninguém pode demonstrar que não seja um ser humano.



Ao invés, a ciência atual contribui que a pessoa é em sua esencia genética igual desde a concepção até a morte. Que a expressão da pessoa varie em sua forma, que precise maior ou menor cuidado e contribuição de alimento, sofre numerosas modificações ao longo de sua vida; mas o “RG” genético permanece sem variar, exatamente o mesmo.



Portanto, o progressista, o avançado, é fazer todo o possível para que essa vida humana não seja interrompida.



Dito isto, nos perguntamos por que, em geral, os defensores da vida humana do embrião não põem a mesmo ênfase na defesa da vida daqueles que já têm nascido.



Falamos dos doentes com hepatitis C, dos discapacitados em situações sociais complexas (a maioria), das pessoas colocadas fora de seu lar em condições precárias e de risco para sua saúde, nos atrapados nas armadilhas crueis da avaricia dos grandes bancos e caixas, do desemprego de longa duração que afeta a famílias inteiras, dos idosos abandonados e sem recursos, dos atrasos na atenção sanitária pública que supõe em muitas ocasiões um sério risco para sua vida, dos doentes mentais que rodeam pelas ruas, as mulheres traficadas e/ou abusadas. Por mencionar alguns, poderíamos seguir com esta “lista negra”.



Todas essas pessoas são também seres humanos. E parecesse que neste caso os valores, a batalha moral e legal em seu favor nada tem que ver com a vida. Dirão muitos “prôvida” que sim, que em teoria se lhes inclui, mas na prática estão esquecidos, deixados e sem fazer parte da luta ideológica e legislativa.



O embrião é nosso próximo. Mas também todas as pessoas que estão para perto de nós, e cuja existência corre perigo ou está em risco por culpa dos assaltos dos muitos ladrões da vida que estão à beira do caminho que percorremos.



 



Lucas 10:25-37 



E tenho aqui um intérprete da lei levantou-se e disse, para provar-lhe: Maestro, fazendo que coisa herdarei a vida eterna? Ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês?



Aquele, respondendo, disse: Amarás ao Senhor teu Deus com todo teu coração, e com toda tua alma, e com todas tuas forças, e com toda tua mente; e a teu próximo como a ti mesmo. E disse-lhe: Bem tens respondido; faz isto, e viverás.



Mas ele, querendo se justificar a si mesmo, disse a Jesús: E quem é meu próximo? Respondendo Jesus, disse: Um homem descia de Jerusalém a Jericó, e caiu em mãos de ladrões, os quais lhe despojaram; e ferindo-lhe, foram-se, deixando-lhe méio morto.



Aconteceu que desceu um sacerdote por aquele caminho, e lhe vendo, passou de longo. Assim mesmo um levita, chegando para perto de aquele lugar, e vendo-lhe, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de caminho, veio para perto de ele, e lhe vendo, foi movido a misericordia; e acercando-se, vendo suas feridas, jogando-lhes azeite e vinho; e pondo-lhe em seu cavalgadura, levou-o ao meson, e cuidou dele. Outro dia ao partir, sacou dois denarios, e deu-os ao mesonero, e disse-lhe: Cuida-me-lhe; e todo o que gastes a mais, eu te pagarei quando regresse.



Quem, pois, destes três te parece que foi o próximo do que caiu em mãos dos ladrões?



Ele disse: O que usou de misericordia com ele. Então Jesus disse-lhe: Vai, e faz tu o mesmo.


 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - O embrião ‘também’ é meu próximo
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.