quarta-feira, 19 de dezembro de 2018   inicía sessão ou registrar-te
 
Protestante Digital
 

 
 
SIGA-NOS EN
  • Twitter
  • Facebook
 

Newsletter
Newsletter, recebe todas as notícias em tua bandeja de entrada
 
 
 

ENCUESTA
Encuesta cerrada. Número de votos: 0
VER MÁS ENCUESTAS
 



 

O verdadeiro amor deixa marca

Leio nas mãos de Cristo o que sou, uma marca de dor que Ele leva bem junto de si.
ÍNTIMO 05 DE ABRIL DE 2012

Creio no amor. Em um amor fora de raciocínio, fora de lógica, um amor muito diferente ao que nós humanos conhecemos, creio no verdadeiro amor de Deus para com o homem, no conteúdo puramente bondoso de sua entrega desinteressada, de sua olhada atenta, de todas suas sábias palavras que enchem de sentido o insignificante, o carente de valor.



Todos, uns mais que outros, tivemos que suportar os açoites da vida: a incompreensão, o desprezo, a solidão, a perda, o luto... Uma amálgama de dificuldades que sem desejar criam frequentemente em nosso interior uma dor esmagadora.



Quando nos encontramos com Jesus descobrimos que esse ser de suprema grandeza nos dá suas carícias e ainda que não merecemos, Ele sempre nos retribue com alguma delas.



As sequelas que deixam a dor de tempos passados, provocam no presente um mal-estar que leva consigo uma amarga sensação de derrota. Quando nossa olhada se cruza com a do curador, percebemos com agrado a frágil sensação de que iremos esquecer os perigos de ontem e seguir o caminho coroados com a certeza de que Deus faz todas as coisas novas. É então quando me reconcilío com essa parte dolorida que levo dentro, abandono a queixa e sucumbo ao esquecido.



Recapitulo os momentos de tristeza e vou eliminando cada um deles com a habilidade de quem sabe o bem que ele provocará. Quanto aos acontecimentos fora de mim, recapacito sobre sua inutilidade, percebendo de que nunca me fizeram nenhum bem.



E assim, aplicando um ungüento de ternura esqueço os claros escuros de meu passado, as tempestades que sem ser desejadas encheram meu coração de tristes canções, melodias que hoje se dissipam entre hinos de perdão.



Cristo me relata com cada um de seus calorosos abraços uma história de amor, do verdadeiro e único amor do grande Deus para o homem, trabalhando uma vez mais o milagre da transformação, lendo com entusiasmo a parábola do filho pródigo que volta a casa e recebe carícias em vez de açoites.



Leio nas mãos de Cristo o que sou, uma marca de dor que Ele leva bem junto de si, na qual não olha com desaprovação, contrariamente as contempla com olhos amorosos que me seguem enchendo de admiração para um Deus amigo.
 

 


0
COMENTÁRIOS

    Se queres comentar ou

 



 
 
ESTÁS EM: - - - O verdadeiro amor deixa marca
 
 
 
 
RECOMENDAÇÕES
 

Protestante Digital é um diário online gratuito que se financía por meio da publicidade e patrocinadores. Para apoiar nosso trabalho e poder seguir desenvolvendo esta atividade de uma maneira aberta aos leitores, você pode fazer uma doação mediante PayPal ou fazendo uma transferência bancaria (com o assunto: Doação Protestante Digital).

ES85 21000853530200278394
 
PATROCINADORES
 

 
AEE
PROTESTANTE DIGITAL FORMA PARTE DA: Alianza Evangélica Española
MEMBRO DE: Evangelical European Alliance (EEA) y World Evangelical Alliance (WEA)
 

As opiniões vertidas por nossos colaboradores se realizam a nível pessoal, podendo coincidir ou não com a postura da direção de Protestante Digital.